quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Vida sem palmadas!!


 Até 3 meses atras eu achava normal bater em criança, apesar de nunca ter batido em uma.
Pensava que quando tivesse meu filho, ele apanharia no menor sinal de birra.
Achava tb que criança tinha que ser independente.

Em que mundo eu vivia? Juro que me pergunto isso todo segundo...

Hj entendo que em criança nao se bate. Que o ápice da ignorancia é ver um adulto se curvando sobre uma criança, gritando, xingando, humilhando e promovendo agressoes livremente.

Ainda tenho muito o que aprender sobre educação com os pequenos e sei que sofrerei quando tiver os meus, mas espero e trabalho muito, pra que o erro de agredir alguem eu nao cometa com eles.

Abram o olho e por favor, bater em criança é COVARDIA!

imagem: http://estudioflaviapenido.files.wordpress.com/2009/11/logo-bater-em-crianca-e-covardia.jpg

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

2 anos de muito amor



Hoje faz 2 anos que estamos juntos.

O presentinho que eu escolhi pra ele é esse da foto. Um lugar pra guardar os carrinhos dele, pendurado na parede. Falta pintar, e ainda vou aprender pra deixar lindo pra ele.

Nunca esqueço a gente na Fiction, e ele de "brincadeira" contando que seria meu namorado.
Fiquei sem reação, e ele achando que eu não queria. Que o fiz viajar 1000km pra desistir assim tão fácil dele.
Que depois de quase 5 anos de amizade e amor sincero eu deixaria que o pedido mais esperado por mim nao fosse aceito.

Hoje, depois de toda mudança em nossa vida, de todo apoio mútuo, de cada risada, choro, briga, cansaço, felicidade, carinho, tenho toda certeza que somos um do outro. Que fomos feitos um pro outro.

Amo cada deslize, cada falta de atenção. Amo cada gracinha, cada jeitinho de deixar claro que me ama.

Espero que depois dessa boda de algodão, venham todas as bodas que temos direito.

"Deh, te amo horrores, mais que ontem, menos que amanha e pra todo o sempre!

Sempre sua cah - LovU"

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Outubro Rosa - Câncer de Mama

Vi no blog mamiferas sobre o outubro rosa, que é uma blogagem coletiva para passar informaçoes sobre o cancer de mama e conscientizar as mulheres com mais de 40 anos sobre a importancia da mamografia.


Os auto exame ja nao é a forma mais eficiente de detectar um nodulo logo no inicio quanto se acreditava. A mamografia pode detectar os nodulos que ainda estao bem pequenos, nao percebidos pelo auto exame. Aumentando a chance de cura com tratamento precoce.


Anualmente aproximadamente 10 mil mulheres morrem de cancer de mama no Brasil. O INCa (Instituto Nacional do Câncer) estima que são 49 mil casos por ano, o que seria equivalente a 134 novos casos por dia e 5 novos casos por hora! Dados que li no blog mamiferas.

O SUS desde abril desse ano, garante mamografia gratuita para mulheres com mais de 40 anos.

No site Mulher Consciente tem varias informaçoes sobre o câncer de mama, exames e tratamentos.
Tem também depoimentos de mulheres que tiveram o câncer.


Espero ter ajudado!!
ps: a letra Rosa é uma homenagem ao nome da campanha!

fonte: Blog Mamiferas, Mulher Consciente.

imagem: http://www.samshiraishi.com/wp-content/uploads/2009/10/outubro-rosa2.gif

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Dor do parto oferece vantagens, afirma especialista

A materia é "antiga", mas adorei!


Dor do parto oferece vantagens, afirma especialista

A dor do parto tem uma série de efeitos benéficos para a mulher e para o bebê que são anulados quando a paciente opta por dar à luz com anestesia epidural, embora a técnica seja útil e imprescindível em alguns casos.

É o que afirma Denish Walsh, obstetra e professor da Universidade de Nottingham, em artigo publicado na revista "Evidence Based Midwifery" no qual explica que a dor é um rito de transição que ajuda a regular o parto.

Segundo Walsh, além de contribuir claramente com a fisiologia do parto, ajuda a fortalecer o vínculo entre a mãe e o filho e prepara a mulher para as responsabilidades da maternidade.

Sem menosprezar o valor da anestesia epidural, que pode ser fundamental em alguns casos, o professor aponta que seu uso aumentou muito nos últimos 20 anos, apesar da disponibilidade de outras alternativas menos invasivas contra a dor.

Entre as vantagens de optar por um parto natural, além de razões médicas, está o prazer desse rito fisiológico que culmina com o nascimento do bebê, junto ao fato de que a própria dor induz à liberação de endorfinas, que dão uma sensação de euforia e bem-estar, destaca o especialista.

Walsh afirma que alguns estudos demonstraram que a anestesia epidural aumenta a probabilidade de ter que induzir as contrações com tratamentos hormonais e é mais frequente o uso de fórceps para ajudar a saída do bebê.

No Reino Unido, o uso da anestesia aumentou 17%, entre 1989 e 1990, e 33%, de 2007 para 2008.

O professor recomenda ao Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) outras alternativas de alívio à dor como ioga, massagem e tratamentos em piscinas.

Fonte: Folha Online

Imagem: www.gettyimages.com.br

domingo, 18 de outubro de 2009

*...talvez ainda faça, um monte de gente feliz!



Sim, vai fazer muita gente feliz quando vier.

E enquanto isso a gente espera.









* trecho de musica da Rita Lee

Imagem: http://www.clara.blogger.com.br/feliz.jpg

sábado, 10 de outubro de 2009

Vc está cansada de acordar para amamentar?


" Querida mamãe,

Esta noite acordei estranhando o silêncio. Não havia barulho algum e pensei que
o mundo tinha até acabado e você esquecido de mim. Coloquei a boca no trombone e
você veio. Ainda bem!

Fiquei tão feliz no calor do seu peito que acabei pegando no sono antes de mamar tudo o que precisava. Quando percebi que você ia me colocar no berço, chorei de novo, mas não tente negar: você estava com pressa para ir dormir outra vez.

Você me deu de mamar novamente, assim, meio apressadinha e depois resolveu trocar a minha fralda. Estava tudo tão calmo, um silêncio, nós dois juntinhos.
Estava legal e eu perdi o sono. Você até que foi compreensiva, mas começou a bocejar e resolveu me fazer dormir. Eu não queria dormir. Talvez eu precisasse de mais dez minutos, meia hora.

Mas você estava mesmo decidida a dormir. Foi ficando bem nervosa e até chamou o papai. Eu não queria o papai e todos fomos ficando muito irritados. No final das contas acordei a casa inteira cinco vezes. De manhã nossa família estava com cara de quem saiu do baile. Acho que estraguei tudo.

Imagina, você chegou a dizer para o papai que eu estou com problema de sono. Eu não! Você é que vem me dar de mamar com pressa e daí eu sinto que você não quer mais ficar comigo.

Os adultos tem hora certa para tudo mas eu ainda não entendi essas de relógio e tarefas estafantes que as pessoas grandes precisam fazer. Quando meu corpo está com o seu, quero ficar do seu lado sem me separar nunquinha. Do alto dos meus três meses ainda não descobri direito que você é uma pessoa e eu sou outra.
Um dia, eu vou sair por aí, vou saber telefonar e posso lhe deixar doida para saber o que ando fazendo e então você vai entender como me sinto agora. Mas não precisamos dessa guerra mamãe. Até lá já poderemos nos entender inclusive através das palavras.
Sinto a angústia da separação, pois terminei de viver uma das grandes. Você também, mas vive tudo isso como adulta consciente. Eu ainda vivo no inconsciente.

Por enquanto nossa comunicação direta fica restrita aos nossos sentimentos inconscientes. Eu não sei nada, tudo é novo para mim. Você pode até achar que não sabe nada e que tudo é novo para você, mas eu vou aprender o que você me ensinar através da sua sensibilidade, dos seus sentimentos em relação a mim.

Sabe, mamãe, se você quer um conselho, vou dar: quando eu chorar à noite, não salta logo para meu berço desesperada, como se o mundo fosse acabar. Espere um pouquinho, respire profundamente, ouça o meu choro até que ele atinja o seu coração. Sinta seu tempo, realmente acorde e venha me pegar. Me abrace devagar, não acenda a luz, fale bem baixinho e me dê o seu peito para eu mamar. Depois que eu arrotar, mais um pouco só de paciência, pois nós, bebês, somos muito sensíveis aos sentimentos dos adultos, especialmente os da mamãe. Se eu sentir que você está com pressa, sou capaz de armar o maior barraco, mas se você esperar até o meu segundo suspiro, quando meus olhos ficarem bem fechados, minhas mãos e pernas bem molenguinhas, aí sim pode me colocar de volta no berço que eu não acordo antes de sentir fome outra vez.

Conforme você for desenvolvendo sua paciência mamãe, eu estarei desenvolvendo minha tranqüilidade e nós não teremos mais noites infernais; apenas noites de mamãe/bebê, que um dia passam, como tudo na vida.

Sempre seu,
Gu-gu dá-dá! "

texto de Cláudia Rodrigues

imagem: http://1.bp.blogspot.com/_jHiPGQxAOKA/Se5XFhFq2BI/AAAAAAAABZU/RwLITYh1eqg/s400/mamae_amamentando_pb.jpg

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Papéis que se invertem...



Estava eu indo pra um cliente, dentro do ônibus...
Geralmente tenho em mãos uma revista ou livro, ate mesmo um fone no ouvido curtindo uma boa musica.
Nesse dia eu estava com dor de cabeça, não queria ler nem ouvir nada....

Parando no sinal, eu olho pro lado e vejo um carro (caro), com a baba atrás e o menino no colo, a mãe a frente guiando esse carro.
Como era um sinal demorado, fiquei reparando na baba dando mamadeira pra criança, e o menino fazendo a maior gracinha com a baba, estavam os dois rindo e se divertindo.

Quando resolvi a reparar na mãe e pude perceber que ela sequer lançou uma olhadela de lado pro filho! E olha q ficamos parados no sinal por pelo menos um minuto e essa mãe não teve o “trabalho” de virar a cabeça pra trás e dar um sorriso pro filho, ou ate mesmo so checar se a brincadeira dos 2 estava interessante.

Pode até parecer que estou julgando essa mulher, mas que ser humano que gerou uma vida, tem a coragem de parada num semáforo não poder virar a cabeça e apreciar por 5 segundos o filhinho rindo com a babá?

Sei lá, isso me doeu, pq nem de longe eu me imagino sem “perder’ alguns momentos pra apreciar o filhinho que ainda terei, sem me admirar com as risadas e gracinhas q ele fizer a qualquer hora do dia...


Sinto que filho hj é moda, ou status de casamento feliz.   =/


Imagem: http://media.photobucket.com/image/mae%20e%20bebe/cuidardebebe/Bebedetresmeses.jpg

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

A esperar...




Filhinho, todo dia levanto e durmo pedindo a Deus que ele deixe você vir logo.

Medito (a minha maneira, correndo na esteira) visualizando o dia que você será um feijãozinho em mim, que vai crescer, crescer e fazer eu perder minhas calças, blusinhas, noites de sono e até os cabelos se for preciso.

O medico disse que meu corpo ainda não entendeu que queremos você, então a gente vai se esforçando pra merecer sua vinda. E sempre pedindo a Deus que eu não precise tomar algum remedinho pra isso acontecer, que seja natural.

Mas se nao for possivel 'in natura', nao desistiremos de você.

Beijinhos

Mamãe Cah e Papai Deh.


imagem: http://3.bp.blogspot.com/_GEAU8gZnI6I/SQx-l1pNWoI/AAAAAAAAACo/2dOmUZbGFr8/s400/3L_smile.jpg

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Amor demais...



Como não morro de amores por ele? 
=)


"From: André Luis Anjo Bernardi
Sent: Monday, September 21, 2009 5:28 PM
To: Carol Rodarte
Subject: Re: emailpravcamor




isso mesmooooooo


nossas malhações......nossos almoços no sesc......nossas raras saidas......nossa falta de dinheiro e sobra de carinho.....


te amo minha vida!!!!"

imagem: http://img367.imageshack.us/i/coracao2tf.jpg/#q=coração

Felicidade



E não é que a gente começou? mesmo sem ir no dotô.

Que seja como tem que ser. Saberemos esperar.

Amanha a gente descobre se ta tudo bem...




imagem: feita por mim no paint, rs

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A vontade.




A vontade de chegar terça feira que vem é demais.
Ver o medico, falar as intenções e esperar o sinal verde!

Ohhh meu Deus! que seja logo,  seja breve.

Durmo, acordo, tomo banho, trabalho, estudo, pensando no dia que verei duas listrinhas confirmando a minha vontade.

Como diz Carlinha, começou o BOOM do Invitare, e eu digo Amém!


ps: Aproveitando pra dizer que estou super feliz pela Karina, q logo de primeira conseguiu! Parabéns Sakura.

imagem: http://www.orkut.com.br/Main#AlbumZoom?uid=10135988016463478914&pid=1242363948248&aid=1239346683$pid=1242363948248

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

A primeira!!




Dizem que tudo que é primeiro na vida a gente não esquece.

Pois eu não vou esquecer nunca!

Estávamos no outlet, comprando roupa pra malhar e depois muito tempo passamos na parte infantil.
Paramos e vimos um conjuntinho do palmeiras. Camiseta 'oficial', bermuda e meião.

Sempre fui corinthiana, e não tenho palmeirense em casa, mas resolvi casar com um.
Ele ja tinha perguntado se eu deixava o nosso nenem (quando viesse) torcer pro palmeiras e eu não queria, disse q não queria mesmo ninguém influenciando meu filhotinho.

Mas não resisti, quando vi a roupinha, apesar de querer ter um filho corinthiano, não resisti mesmo. Cedi, tamanha foi a felicidade de pela primeira vez ele demonstrar que queria algo pro nosso filho, que pensava em nosso filho!

Esse momento nunca vou esquecer, foi lindo lindo...

Ps: Deh, apesar de não saber se vc lê isso aqui, saiba que te amo, ahhh como te amo.
Vc é o melhor que Deus poderia ter me dado pra compartilhar a vida.


imagem: arquivo pessoal

sábado, 5 de setembro de 2009

Que rumo tomar?!

Bem, desde que eu decidi que a vida tinha q mudar, ela mudou.

Tudo começou com mudar de cidade, deixar mãe, irmãos, sobrinhas, amigos, emprego.
Foi ótimo, apesar da saudade desgramada que dá de lá!

Depois foi a mudança da casa da vó, pro apê emprestado do sogro.
Parecia um acampamento, sem móveis, com uma tv que mal pegava, com internet "filada".
Carol dona de casa.

Depois veio o design de interiores, a vontade de trabalhar, de conhecer pessoas novas, de passar o dia ocupada com o que não fosse casa e fogão.

Logo depois a casa ficou pronta e era hr de mudar, o dobro do tamanho, o dobro do tempo pra limpar e sem tempo pra isso, entao ele passou a ajudar.

Com isso nasceu a necessidade de alguem pra ocupar o espaço vago daquela casa, o quarto do fundo q fica tão vazio...

Fomos amadurecendo, esperando a hr certa chegar. Busquei informações, decidi mudar alguns hábitos.
Se foi o refri durante a semana, as besteiras na janta. Agora é bastante comida boa, fruta e suco.
Começamos condicionamento físico e eu a yoga.

Ja decimos que tava quase chegando a hr, e ela vai começar em 01/01/2010.

Enquanto isso é mergulhar na leitura, ir atras do que eu passei a acreditar e buscar a melhor forma de trazer à vida quem logo vem (se Deus quiser!).

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

O que começa........



Bem, o que começa hoje, já começou faz tempo. Só não tinha virado "palavra escrita". Tenho a mania de dar enter em tudo. mania de frases curtas. mania de esquecer o maiúsculo no inicio da frase e a mania de escrever sem pé nem cabeça, sem começo nem fim, sem muito entendimento. Mania essa que vem da mania de ler um livro, e quando perceber, já ter pulado inúmeras frases palavras e ter que voltar e ler de novo. Bom.. tenho minhas manias, e são tantas!! Mania de amar e fazer tudo que eu posso pra todo mundo.... A gente ainda se conhece! espero! Bjinhus